BUSCA
    
MÍDIA SOCIAL
NEWSLETTER

19 de Novembro de 2017. Bem-vindo!
Você está em: Home » Notícias » O pomar das almas perdidas no Estado de Minas
14/03/2016 - O pomar das almas perdidas no Estado de Minas

Confira a resenha que o jornal mineiro fez para o livro deNadifa Mohamed:

A frica quase sempre nos chega em flashes. Entre uma notcia e outra na TV, surgem aquelas rpidas imagens de gente castigada pela fome, crianas negras doentes, cenas de atentados terroristas que logo se embaralham com a notcia seguinte. Primeiro livro de Nadifa Mohamed publicado no Brasil, O pomar das almas perdidas, de certa forma, nos obriga a realmente pr o p na frica. Mais precisamente em Hargeisa, uma das cidades mais importantes da Somlia.

Trs mulheres – a menina Deqo, a jovem Filsan e a viva Kawsan – nos conduzem pelo mundo do qual costumamos nos livrar em rpidas “zapeadas”. Porm, capturados por Nadifa, acompanhamos o horror de guerras civis que to pouco ibope rendem no frentico noticirio internacional. A escrita sensvel desta britnica nascida na Somlia expe terror e violncia, mas – sem melodramas – nos faz cmplices de um povo sofrido, gente de fibra.

Percorremos as ruas de Hargeisa, seu mercado, prises, lares e puteiros. Filsan, Kawsan e Deqo nos empurram para o front cotidiano. Deqo foi parida e abandonada pela me num campo de refugiados. Seu sonho ganhar um sapato e, para tal, tem de se apresentar na manifestao populista para celebrar o ditador de planto. D tudo errado. A garota, duramente espancada, defendida por Kawsan, mulher de idade que se v presa por desacato autoridade. Na delegacia, ela apanha da soldada Filsan, fiel ao “governo revolucionrio”. A moa quase aleija Kawsan.

Essas trs mulheres se encontram, perdem-se e se reencontram numa cidade dividida entre a ditadura e o iminente caos de nova guerra civil. A menina rf dorme ao relento, encontra o arremedo de lar junto a prostitutas que se chamam Stlin e Karl Marx. A viva Kawsan volta para casa, invlida, dependente dos solidrios vizinhos e da jovem empregada que sonha se tornar modelo como as belas celebridades de revistas de fofoca. Filsan se mete em operaes militares desastrosas e cruis. Logo percebe que seu brilhante futuro depende dos “favores” sexuais a generais.

Num dos momentos mais impressionantes do romance, Deqo se refugia na manso abandonada por milionrios que escapam das milcias que passam a comandar Hargeisa. Enquanto assiste a um programa de auditrio na TV, a menina acompanha o fuzilamento de um homem na rua. Tem nas mos um pacote de pirulitos, daqueles que fazem a festa de meninos ricos, e dorme sob a luz azul da telinha. Quando acorda, decide espantar os cachorros que fuam o cadver estirado na porta da casa. A pequena Deqo, com imenso esforo, consegue enterrar o homem. Arranca um mao de flores de buganvlia rosa e a planta sobre a cabea dele.

Inspirado em fatos ocorridos no pas africano em 1987, O pomar das almas perdidas no um romance de heronas. Muito menos flerta com maniquesmos rasos ou melodramas. A Somlia violenta e cruel, mas tambm solidria e potica. Deqo, Kawsan e Filsan so mulheres transformadas quando chegamos ltima pgina. No tm mais casa, famlia, amores nem dinheiro.

Tantos anos depois da guerra civil somali, Nadifa Mohamed nos obriga, por meio de suas trs personagens, a encarar – de verdade – aquelas pessoas que hoje surgem em nossa TV, fugindo de seus pases, atravessando o Mediterrneo em busca de alguma esperana.

Desta vez, no vai dar para trocar de canal. A frica no flash.

11/03/2016

ATENDIMENTO
Avenida Paulista, 1337, Conjunto 11
Bela Vista - So Paulo
CEP: 01311-200, Telefone (11) 5572-9474.
DISTRIBUIDORES
Clique aqui e confira a lista de
distribuidores do selo Tordesilhas
no Brasil e no exterior.
CONTATO
Clique aqui para acessar a área de contato e saiba como se comunicar com os departamentos do selo Tordesilhas.
webzero | laboratório de idéias