BUSCA
    
MÍDIA SOCIAL
NEWSLETTER

01 de Julho de 2015. Bem-vindo!
Você está em: Home » Catlogo
A rvore de carne
Lia Minpoty e Yaguar Yam
18,6 x 27,5 cm
52
O selo infantil Tordesilhinhas disponibiliza, em edio ricamente ilustrada por Mariana Newlands, seis contos da mitologia do povo maragu, descendente da antiga civilizao tapajnica – que desenvolveu sofisticada cermica decorada –, habitante da regio do rio Abacaxis, no Amazonas. O fato de ambos os autores serem originrios de tal cultura o diferencial de A rvore de carne, que anula a presena de um branco como intermedirio das narrativas: um paj sai em busca de novos poderes guiado por uma voz misteriosa (“O colar sagrado”); o deus Guarimong se encontra cercado por foras malignas e usa uma rvore para se defender (“A rvore de carne”); garoto deixa a aldeia e vai morar em plena mata por amor natureza (“O protetor das rvores”); jovem casal apaixonado desenvolve plano para conseguir o consentimento dos pais da moa (“Um casamento na aldeia”); homem resolve se opor s proibies da tribo e enfrenta as maldies de uma lagoa (“A lagoa encantada”); por fim, narrada a origem do povo maragu (“A origem do poo Guruppawa”). O volume contm um glossrio que explica os significados de palavras do idioma maragu – e de outras lnguas indgenas – e do vocabulrio tpico da Amaznia. Numa linguagem muitas vezes crua, que no faz concesso aos “brancos”, as surpreendentes e fascinantes histrias deste livro so metforas para explicar a religio, os mitos de origem e os costumes dos maragus, proporcionando ao jovem leitor uma experincia nica de troca cultural, alm de convid-lo ao respeito pelas diferenas e pelos descendentes diretos dos que habitavam o Brasil antes do Brasil.
A manta: uma histria em quadrinhos (de tecido)
Isabel Minhs Martins
20,1x22,6cm
26
Uma criana narra como uma manta feita de retalhos evoca lembranas e guarda a histria de sua famlia. Cada quadrinho de tecido desata recordaes que a av contadora de histrias vai emendando em narrativas sem fim. Assim a criana comea a entender seu lugar no mundo e na famlia, tornando-se, ela mesma, um novo pedao da manta. Ilustraes divertidas e detalhistas complementam a histria e estimulam o pensamento dos pequenos leitores.
A predileta do poeta
Glauco Mattoso
19,5 x 22 cm
28
A predileta do poeta uma criatura travessa e salsichuda de quem todo mundo gosta. Qual? Voc consegue adivinhar?
A senhora Verdade e a dona Histria
Ilan Brenman
21,5 x 26,5 cm
28
A senhora Verdade linda, mas ningum quer ouvir suas histrias. Depois de ser expulsa de uma praa, ela conhece a dona Histria, que pensa em um plano para ajudar a nova amiga. A partir de um conto da sabedoria popular rabe, o autor prope criana uma reflexo divertida, sem deixar de ser sria, sobre o discurso histrico e as ferramentas retricas que envolvem a construo da verdade. A obra expe com delicadeza a importncia de falar a verdade, muitas vezes no de forma direta, mas com polidez e zelo.
ATENDIMENTO
Rua: Hildebrando T. de Carvalho, 60,
Vila Mariana, São Paulo (SP),
04012-120, Telefax (11) 5572-9474.
DISTRIBUIDORES
Clique aqui e confira a lista de
distribuidores do selo Tordesilhas
no Brasil e no exterior.
CONTATO
Clique aqui para acessar a área de contato e saiba como se comunicar com os departamentos do selo Tordesilhas.
webzero | laboratório de idéias